sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

"QUEM NÃO DANÇA, CRESCE A PANÇA" O NOVO DO FRANZ VEM PRA EMAGRECER!

Texto publicado na página de Cultura e Arte do Umuarama Ilustrado, domingo, 25 de janeiro de 2009. 

  Tonight é o nome do novo disco do quarteto escocês Franz Ferdinand que será lançado nesta segunda, dia 26. Desde a quinta (22), o álbum está inteiro para audição em sua página no myspace (http://www.myspace.com/franzferdinand), mas como a "Santa Internet" nunca falha: o disco já havia vazado para download desde os primeiros dias de 2009. Muita gente já ouviu, gostou e falou dele por ai. Tanto é que os ingressos para o "show de lançamento", que foi neste dia 20 num clube gay em Londres, esgotaram em menos de 20 minutos!

  É um discão bonito que vale algumas palavrinhas: a primeira música, "Ulysses", começa com uma levada de batera tipo um Ska lento, um baixo de discoteca, vocais sussurrados e muitos "Come on, let's get high!", até se tornar mais um daqueles sons altamente dançantes do Franz Ferdinand, com "La la lás" e "Uh Uh" de montão, anunciando que o disco será muito dançante e divertido!
  As próximas, "Twilight Omens", "Bite Hard", "What She Came For" e "Can't Stop Feeling" continuam nessa levada boa pra dançar até que "Katheryne Kiss Me" dá o tempo para um descanso, uma baladinha com violões, vocal grave e letra bonita que acalmam. Então "Turn it on" chega forte, com batera dançante, baixo quente, moogs e vocais charmosos fazem dela uma das minhas favoritas do disco. Dessa vez a balada é intrigante, "Dream Again", lentinha e maluca, com vocais e percussões num clima "Strange Days" do Doors, somados a baixo, guitarras e tecladinhos que talvez lembrem "The Cure" e formam uma música que "flutua interessantemente".

  As últimas quatro canções voltam em situações de dança, "No You Girls", "Lucid Dreams, que tem um instrumental altamente dançante e acido, com sintetizadores rasgados e cheia de riffs de guitarra e um "refrão daqueles", outra das minhas favoritas, junto com "Send Him Away", que vem com a bateria "retinha", mas os baixos, guitarras e teclados dão uma certa "latinidade roqueira", tipo aquelas levadas do "Love" ou "The Doors", com um finalzão temperado a palmas e muita caixa "quebrando tudo". Uma alegria só! A última música, falando um monte de "I want to live alone", fecha bem um disco que abre cheio dos "let's get high!"

  Se você gosta de rocks dançantes, bem humorados e cheio de climas oitentistas, certamente vai achar que este é um discão que veio pra abrir bem a safra de 2009. Aproveito e desafio você a ouvir em alto e bom som e manter as pernas imóveis!!!

3 comentários:

Tiago Inforzato disse...

Ouvi e gostei. Turn It On tem uma intro e uma vibe fenomenais!
Vamos ver se a pança some agora!

Tiago Inforzato disse...

O Franz ta foda mesmo!!!! Olha essa versão da música do Blondie!!!
http://pauloterron.ig.com.br/call-me-do-blondie-via-franz-ferdinand-veja

Brenda Liz disse...

Eu amei o cd novo do Franz. Eles aproveitaram mais o dance, o que fez do álbum muito mais agitado. Vamubalançascadera! :P