sexta-feira, 28 de março de 2008

O CASTELO EM PROCESSO DE METAMORFOSE

***

UMA CURTA postagem para movimentar o Culturanja.

Neste momento atrás mesmo eu acessava o conteúdo do sítio do jornal gaúcho Zero Hora; foi em uma das ligações então que pude ler o blog de Vanessa Nunes, uma das colunistas, pelo que pude notar. Ela, em 16 de outubro de 2007, publicou uma foto mostrando o túmulo do grande mestre checo Franz Kafka. Confiram o que lhes digo aqui.



Kafka em 1906.


Lerão na ligação que lhes foi por mim disponibilizada acima que ela agradeceu a Kafka o espetacular corpo de sua obra - uma coisa que me prometi fazer frente ao túmulo do músico americano Jim Morrison em Paris, se tiver um dia a chance para viajar até a Cidade Luz, naturalmente - não interessa, eu divago... Se, lido o seu texto, fariam semelhante homenagem como a da autora - como eu -, não o posso adivinhar; mas aos que não o conhecem e têm curiosidade, uma mostra do Doutor Franz está aqui para ser lida, gratuitamente; e aos que lhe não são simpáticos ou coisa até pior, não é meu papel nem desejo discutir a opinião de ninguém: peço-lhes a estes desculpas pelo incômodo.


O túmulo onde o escritor Franz Kafka descansa, desde 1924, junto dos pais, em Praga.


Franz Kafka foi um homem perturbado, suas obras são o reflexo d’isso; alienação e perseguição, perseguição e alienação, partes de um caráter que sofria por não corresponder às expectativas nutridas por seu pai autoritário; entretanto são composições de uma das penas mais habilidosas do século passado, chamado por muitos estudiosos de "século
kafkiano".

Boa leitura. VALE.

2 comentários:

Valdirene Dias disse...

Kafka é, indiscutivelmente, um dos autores mais importantes surgidos no início do século XX. Mas, apesar dessa aura de clássico (rótulo que abrange vários autores que são muito comentados, porém pouco lidos), sua escrita é interessantíssima, aliando a estranheza das histórias a um impressionante domínio da linguagem (econômica e ao mesmo tempo muito expressiva). Àqueles que gostam de HQ, recomendo também a ótima biografia “Kafka de Crumb”, onde aspectos da vida do escritor e de seu processo criativo são contados em detalhes, ilustrados pelo traço nervoso de Robert Crumb, um dos maiores artistas norte-americanos de quadrinhos underground.

Bruno disse...

A sugestão da Valdirene é ótima (penso se não vou postar algo sobre o Crumb, agora); essa biografia ilustrada por Robert Crumb está disponível gratuitamente, dividida em 6 partes, no sítio de compartilhamento de arquivos 4share.

Boa leitura!